Viamão

-

20 de outubro | quinta

Escola Estadual Indígena Karai Nhe E Katu

21 de outubro | sexta

Escola Estadual Indígena Nhamandu Nhemopu'ã

DAS CRIANÇAS IKPENG PARA O MUNDO

de Kumaré Ikpeng, Karané Ikpeng, Natuyu Yuwipo Txicão, doc., MT, 2001, 35 min


Quatro crianças Ikpeng apresentam sua aldeia. Com graça e leveza, elas mostram suas famílias, suas brincadeiras, suas festas, seu modo de vida.

NO TEMPO DO VERÃO

de Wewito Piyãko, doc., AC, 2012, 22 min


É fim de semana e as crianças Ashaninka deixam a escola e partem, rio acima, para acampar com os pais e aprender a vida na mata.

Após a sessão, vivências óticas com Leonil Jr.

 

Confecção coletiva de um aparelho óptico, através do qual pode-se compor uma imagem com base em técnicas artesanais de fotografia (Câmera Escura).

Leonil Jr. - Fotógrafo, com enfoque na Fotografia Documental, registra a Cultura Popular Brasileira. Entre seus ensaios, se destacam registros de manifestações afro-brasileiras e da Cultura Tradicional. Participou como fotógrafo e assistente do projeto Eyes of Street / Olhares da Rua - Edição Brasil 2016, realizada com crianças e jovens de Recife-PE. Graduado em Fotografia pela Faculdade de Comunicação Artes e Design-FCAD, de Salto-SP.

Please reload

Campo Bom

Complexo Cultural do CEI
Av. dos Estados, 1080

-

-

25 de outubro | terça

8h30 - CONTOS DA NOITE

de Michel Ocelot, animação, França, 2011, 84 min

Faixa etária recomendada 10 a 14 anos

-

Todas as noites, uma garota, um garoto e um velho técnico se encontram em um pequeno cinema, que aparenta estar abandonado. Lá dentro, os três criam histórias, escrevem, desenham, vestem fantasias... Eles criam diversas histórias mágicas passadas em uma noite onde tudo é possível. Michel Ocelot, criador da série de filmes com o personagem Kiriku, é considerado um dos mais criativos diretores de animação da atualidade.

14h30 - DAS CRIANÇAS IKPENG PARA O MUNDO

de Kumaré Ikpeng, Karané Ikpeng, Natuyu Yuwipo Txicão, doc., MT, 2001, 35 min


Quatro crianças Ikpeng apresentam sua aldeia. Com graça e leveza, elas mostram suas famílias, suas brincadeiras, suas festas, seu modo de vida.

NO TEMPO DO VERÃO

de Wewito Piyãko, doc., AC, 2012, 22 min


É fim de semana e as crianças Ashaninka deixam a escola e partem, rio acima, para acampar com os pais e aprender a vida na mata.

Please reload

26 de outubro | quarta

8h30 - O MUNDO DOS PEQUENINOS

de Hiromasa Yonebayashi, animação, Japão, 2010, 94 min

Faixa etária recomendada 8 a 14

-

Arietti e sua família vivem num minúsculo mundo, debaixo do assoalho de uma casa. Eles nunca devem ser percebidos pelos humanos grandes, mas quando o menino Sho, vem para ficar na casa, uma amizade secreta floresce, apesar da diferença de tamanhos. Esta é mais uma obra de excelência produzida pelo lendário Studio Ghibli, tendo a assinatura do mestre Hayao Miyazaki como roteirista.

14h30 - AS AVENTURAS DO PEQUENO COLOMBO

de Rodrigo Gava, animação, RJ, 2015, 80 min

Faixa etária recomendada 7 a 10 anos

Para tentar salvar sua família da falência, o jovem Cristóvão Colombo e seus amigos Leo da Vinci e Monalisa vão atrás da lendária ilha de Hi Brazil, que esconde tesouros cobiçados por todos os piratas.

Please reload

27 de outubro | quinta

8h30 - PICONZÉ

de Ypê Nakashima, animação, SP, 1972, 80 min

Faixa etária recomendada 8 a 11 anos

-

Primeiro longa-metragem colorido de animação do Brasil. A história se passa em uma vila típica do nordeste brasileiro, onde Piconzé tenta salvar sua namorada Maria das terríveis garras do bandido Gustavo Bigodão, no caminho, se deparam com um dragão, uma bruxa e um Saci.

14h30 - MOSTRA CURTA SACI

Faixa etária recomendada 8 a 11 anos

 

JURO QUE VI - SACI, de Humberto Avelar, animação, RJ, 2004, 13 min. Saci ensina um velho fazendeiro que nunca é tarde para recomeçar.

 

JURO QUE VI - CURUPIRA, de Humberto Avelar, animação, RJ, 2003, 12 min. Um caçador e seu ajudante se perdem na mata e devem enfrentar o Curupira.

 

JURO QUE VI - MATINTA, de Humberto Avelar, animação, RJ, 2004, 14 min. Uma menina inocente faz amizade com a bruxa Matinta Perera, mostrando que o afeto é a melhor arma contra o medo.

 

AS ICAMIABAS, de Otoniel Oliveira, animação, PA, 2013, 3 min. Lendárias guerreiras amazonas, as Icamiabas, utilizam todo o seu poder para conter monstros folclóricos soltos pela cidade.

 

SOMOS TODOS SACI, de Renato Leôncio, animação, SP, 2013, 2 min. Saci tenta entrar no Olimpo dos deuses e monstros antigos, mas o guardião não permite.

Após a sessão, contação de histórias com Andriolli Costa

 

Jornalista e “saciólogo” natural de Mato Grosso do Sul.  Pesquisador de cultura popular e narrador por formação, é diretor e roteirista dos curtas-metragens Enterros (2015) e O Colecionador de Sacis (2016) e organizador da Mostra Curta Saci. Atualmente tem se voltado para a contação de histórias, sempre com causos envolvendo mitos brasileiros.

Please reload

28 de outubro | sexta

8h30 - CONTOS DA NOITE

de Michel Ocelot, animação, França, 2011, 84 min

Faixa etária recomendada 10 a 14 anos

Todas as noites, uma garota, um garoto e um velho técnico se encontram em um pequeno cinema, que aparenta estar abandonado. Lá dentro, os três criam histórias, escrevem, desenham, vestem fantasias... Eles criam diversas histórias mágicas passadas em uma noite onde tudo é possível. Michel Ocelot, criador da série de filmes com o personagem Kiriku, é considerado um dos mais criativos diretores de animação da atualidade.

14h30 - O MUNDO DOS PEQUENINOS

de Hiromasa Yonebayashi, animação, Japão, 2010, 94 min

Faixa etária recomendada 8 a 14 anos

Arietti e sua família vivem num minúsculo mundo, debaixo do assoalho de uma casa. Eles nunca devem ser percebidos pelos humanos grandes, mas quando o menino Sho, vem para ficar na casa, uma amizade secreta floresce, apesar da diferença de tamanhos. Esta é mais uma obra de excelência produzida pelo lendário Studio Ghibli, tendo a assinatura do mestre Hayao Miyazaki como roteirista.

Please reload

 
26 de outubro | quarta
Oficina Contando histórias através da imagem e da escrita, com Ane Meyer
Turma 1: Manhã - das 8h30 às 11h30
Turma 2: Tarde - das 14h às 17h

Nesta oficina, vamos falar sobre as peculiaridades e as diferentes técnicas de contar uma história: o teatro, a mímica, o cinema, o texto em prosa, o poema narrativo, o texto ilustrado, a história em quadrinhos e o texto visual. Observando que, através da escrita, é possível criar histórias em qualquer cenário e em qualquer época, com diversos tipos de personagens com as mais variadas ações e tipos de narrador.

Ane Meyer - é Mestre em Teoria da Literatura (Literatura Infantojuvenil), professora da Rede Municipal de Porto Alegre, pesquisadora e oficineira nas áreas de mediação de leitura e formação de leitores.

Please reload

Montenegro

Comunidade Quilombola Morada da Paz

-

-

29 de outubro | sábado

DISQUE QUILOMBOLA

de David Reeks, doc., SP, 2012, 13 min


Crianças do Espírito Santo conversam de um jeito divertido sobre como é a vida em uma comunidade quilombola e em um morro na cidade de Vitória. Por meio de uma genuína brincadeira infantil, revela-se o quanto a infância tem mais semelhanças do que diferenças.

BALÉ DE PÉ NO CHÃO

de Lilian Solá Santiago e Marianna Monteiro, doc., SP, 2005, 17 min
 

O documentário acompanha a singular trajetória da bailarina Mercedes Baptista, considerada a principal precursora da dança afro-brasileira.

MULHERES BORDADAS - FIOS DO PASSADO

de Lilian Solá Santiago, doc., SP, 2015, 8 min


Aborda aspectos da história e da subjetividade das mulheres negras na cidade paulista de Salto.

SOU

de Andreia Vigo, doc., RS, 2010, 26 min


Registro histórico-poético sobre a identidade afro-gaúcha, tendo como base a vida e a obra do poeta Oliveira Silveira (1941-2009), um dos idealizadores do Dia Nacional da Consciência Negra.

Após a sessão, roda de conversa com Andreia Vigo.

Please reload