CARAMELO ITINERANTE
filmes de animação, cartuns, oficinas e encontros

O Caramelo Itinerante levou uma intensa programação artístico-cultural voltada para o público infantojuvenil para três cidades do Rio Grande do Sul: Pelotas (Região Sul), Bento Gonçalves (Serra Gaúcha) e Campo Bom (Vale do Rio dos Sinos). Neste período aconteceu uma mostra de filmes de animação, a exposição de cartuns gaúchos “Tradição, Folclore e Humor”, com um Encontro Rabisqueiro entre o público e um dos cartunistas, e as Rodas Caramelo, oficinas de produção audiovisual para crianças e adolescentes. Encerrando a circulação, o Caramelo Itinerante esteve presente no 6º Festival Internacional de Cinema da Fronteira, em Bagé, através da realização de uma sessão especial. 

Em janeiro de 2015, aconteceu em Porto Alegre o Encontro Caramelo, com o objetivo criar um espaço privilegiado de reflexão e troca de ideias, trazendo novos olhares e perspectivas sobre a produção de conteúdo cultural voltado ao público infantojuvenil, além de proporcionar intercâmbio entre criadores, produtores e gestores de todo o Estado, afim de fomentar a produção gaúcha para crianças e adolescentes.

Download Catálogo Caramelo Itinerante

ASSISTA NOSSO VÍDEO!

Locais e datas

-

-

Pelotas

12, 13 e 14 de novembro de 2014

Cine Art, Casarão 6 e Salão Frederico Trebbi

Prefeitura de Pelotas

Bento Gonçalves

19, 20 e 21 de novembro de 2014

Fundação Casa das Artes

Campo Bom

24, 25 e 26 de novembro de 2014

Complexo Cultural do CEI

Bagé

28 de novembro de 2014

Cine 7 / 6° Festival Internacional de Cinema da Fronteira

Porto Alegre

29 janeiro de 2015

Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo

Mostra de filmes de animação

Curtas

A ÁRVORE CASCA

de Lisandro Santos, animação, RS, 2006, 7 min

Conta a história do surgimento dos índios Sassacossara, uma tribo fictícia que tocava flautas para espantar os espíritos ruins chamados de Vapores de Cara Feia.

ANABEL - A CAIXA DOS MONSTROS

de Lancast Mota, animação, RS, 2005, 7min

Para se livrar de diversas incomodações, Anabel pede ajuda a sua avó, que lhe envia uma caixa, que vem com um aviso: deve sempre ficar fechada durante a noite.

ANABEL - A VELHA DOCEIRA

de Lancast Mota, animação, RS, 2005, 7min

Para a alegria da Anabel, uma nova loja de doces é aberta no bairro. Ao entrar lá, ela rapidamente simpatiza com a doceira que lhe dá vários doces de graça, porém ela acaba descobrindo que a doceira é uma bruxa que adora fazer doces.

A PRINCESA E O VIOLINISTA

de Guto Bozzetti, animação, RS, 2008, 10min

Conta a história de uma princesa que durante muitos anos fica presa em uma torre. Seu pai, o poderoso rei, faz um concurso para achar o mais valente dos guerreiros para casar com sua filha. No dia em que encontram o corajoso cavalheiro escolhido, a princesa é seqüestrada por um misterioso violinista mascarado.

DOCINHOS

de Frederico Pinto e José Maia, animação, RS, 2002, 6min

Balões, apitos e línguas de sogra. Por trás de tudo isso se esconde uma história de amor impossível entre dois doces de aniversário.

LEONEL PÉ-DE-VENTO

de Jair Giacomini, animação, RS, 2006, 15min

Leonel nasceu pé-de-vento e por isso vive isolado. Quando Mariana se aproxima dele, os dois descobrem a importância da amizade e da convivência com as diferenças.

OS OLHOS DA PIANISTA

de Frederico Pinto, animação, RS, 2005, 5min

Em um cinema mudo, pianista cego executa trilhas ao vivo com a ajuda de sua neta.

Please reload

Longas

ATÉ QUE A SBÓRNIA NOS SEPARE

de Otto Guerra e Ennio Torresan Jr, animação, RS, 2014, 83min

O que acontece quando o muro que separa um pequeno país chamado Sbórnia do resto do mundo cai acidentalmente? Parados no tempo, o povo da Sbórnia é agora atingido pelos ventos da modernidade. Os conflitos causados pelo choque cultural bagunçam a vida dos protagonistas Kraunus e Pletskaya. Baseado no espetáculo teatro-musical Tangos & Tragédias, criado por Hique Gomez e Nico Nicolaiewsky. Cl: 10 anos

HISTÓRIA ANTES DE UMA HISTÓRIA

de Wilson Lazaretti, animação, SP, 2013, 80 min

Doutor K é um velho e sábio desenhista, adora criar cenários, personagens e histórias para demonstrar como se faz um desenho animado. Para isso, conta com a ajuda dos personagens que ele mesmo cria e que o ajudarão a desvendar os grandes mistérios da técnica da animação.

O MENINO E O MUNDO

de Alê Abreu, animação, SP, 2013, 80min

Sofrendo com a falta do pai, um menino deixa sua aldeia e descobre um mundo fantástico dominado por máquinas-bichos e estranhos seres alienígenas. Uma inusitada animação com várias técnicas artísticas que retrata as questões do mundo moderno através do olhar de uma criança.

PAULECO E SANDRECA - Palavra Cantada

de Caio Borges, Tom Bojarkczuc, Eduardo Souzacampus, Sylvain Barré, Bianca Viani, Laurent Cardon, entre outros, animação, SP, 2013, 32min

Série de 10 clipes de animação de 10 diferentes desenhistas, sob a coordenação de Cecília Esteves, apresenta músicas com participações especiais de Maria Gadu, Wanderléia e Zélia Duncan.

SINFONIA AMAZÔNICA

de Anélio Lattini, animação, SP, 1951, 63 min

Primeiro longa metragem animado da história do Brasil, narra sete lendas amazônicas (lenda da noite, lenda da formação do Rio Amazonas, lenda do fogo, lenda da Caapora, lenda do Jabuti e da Onça, lenda da Iara e lenda do Arco-Íris). Anélio fez sozinho cerca de 500.000 desenhos e criou suas próprias técnicas de animação em uma época de pouquíssimos recursos.

Please reload

Exposição "Tradição, Folclore e Humor" e Encontro Rabisqueiro

Com curadoria da GRAFAR - Grafistas Associados do RS, a exposição conta com o trabalho dos cartunistas gaúchos Edgar Vasques, Francisco Juska Filho, Luciano Kayser Vargas, Neltair Abreu Santiago, Fernando Jorge Uberti, Moacir Knorr Gutterres-Moa, Rafael Corrêa, Fabiane Bento Alves Langona-Chiquinha, Augusto Franke Bier e Lancast Mota.

 

Como desdobramento da exposição de cartuns, aconteceu o Encontro Rabisqueiro - uma atividade lúdica e interativa que proporcionou aos participantes novas percepções sobre o desenho de humor e o processo de criação. Os participantes receberam um "Kit Rabisqueiro" do festival, com lápis e caderninho de desenho, e soltaram o traço!

VEJA ALGUNS CARTUNS DA EXPOSIÇÃO!

Oficina RODA CARAMELO

A oficina RODA CARAMELO configurou-se como uma peça importante do CARAMELO ITINERANTE, uma vez que atarvés deste trabalho os participantes puderam experienciar a linguagem audiovisual e produzir um curta-metragem apresentando a sua própria cidade, um pouco do seu cotidiano, do seu jeito de viver e ver o mundo.

 

Este trabalho foi conduzido por um grupo de oficineiros, composto por educadores, artistas e profissionais de cinema como André Macedo, Ane Meyer, Giovanna Maia, José Maia, Lancast Mota e Tatiana Nequete.

Curtas realizados nas RODAS CARAMELO

CONHECENDO PELOTAS

ALUNOS: Ariadne P. da Silva, Atauá M. Martins, Camila Gimenes Nunes, David Wendt, Iris Camargo, Juliana Porciundula da Silva, Luisa da Rocha da Silva, Manoela da Rosa Oliveira, Rafaella Rota e Valéria Luiza C. Bichet.

PROFESSORAS RESPONSÁVEIS: Caroline Garcez Ávila e Daniella Pereira David.

BENTO ANIMADO

ALUNOS: Ana Paula Chiapperin, André Kunzel, Daniela Dombruvski, Gabriel Kunzler, William Zanela. Participaram da criação do texto coletivo os alunos: Brenda Ferreira Gomes e Eliza M. Nunes e Silvio Schizzi Junior.

PROFESSOR RESPONSÁVEL: Micael Biasin

QUE CAMPO BOM

ALUNOS: Anna Julya Strey, Alessandro Gonçalves, Débora M. P. de Morais, Karoline Rius, Gaby Corrêa, Letícia Kellermann, Mateus Iankas, Matheus Meinhardt, Thais Balt e Ronaldo Henrique Dilkin.

 

PROFESSORES RESPONSÁVEIS: Andreia Fatima Dias, Cleiton Alberto Backes, Jorge Cesar Barboza Coelho, Juliana Fernandes, Maria Denise Rohden, Moacir José Sarmento, Rosmeri Marmitt e Vera Regina do Amaral.

Please reload

ENCONTRO CARAMELO

29 janeiro de 2015

Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo

No encerramento da primeira edição do CARAMELO ITINERANTE, aconteceu em Porto Alegre o ENCONTRO CARAMELO, propondo um espaço de reflexão e troca de ideias sobre a produção cultural e a geração de conteúdo voltados ao público infantojuvenil, além de promover intercâmbio entre criadores, produtores e gestores culturais, a fim de fomentar a produção gaúcha para crianças e adolescentes.

Palestra “Produzindo conteúdo de qualidade para crianças e adolescentes” com CIELO SALVIOLO

Consultora e pesquisadora em comunicação e infância, e produtora de conteúdos audiovisuais para crianças. Ex-diretora e fundadora do Pakapaka, primeiro canal de televisão público infantil da Argentina. Desde 2012 dirige o Latinlab (Laboratório de Televisão Infantil para a América Latina), um espaço de investigação, reflexão e criação de conteúdos para infância e adolescência em plataformas múltiplas. É também professora titular de Produção e Realização de Televisão Infantil na Universidade de Buenos Aires.

Vídeos RODAS CARAMELO

Exibição dos vídeos produzidos nas RODAS CARAMELO, seguido de relato da experiência da equipe do CARAMELO ITINERANTE.

Painel "A produção cultural infanto-juvenil no RS"

Relato de experiência de quatro projetos convidados seguido de DEBATE com criadores, produtores e gestores culturais de todo o Estado.

Projeto ONDE ESTOU, por SINARA BOONE e SUZANA MISSAGLIA do Instituto Bruno Segalla

Tem por objetivo propiciar o diálogo das crianças e jovens com o patrimônio cultural da cidade, despertando o sentido de pertencimento da sua moradia no município de Caxias do Sul, de modo a fortalecer a participação e a cidadania.

Projeto PRIMEIRO FILME, por FELIPE GUERRA da Prana Filmes

Oferece materiais didáticos, estruturas e ferramentas de apoio ao ensino de cinema nas escolas de nível médio, a fim de contribuir para uma melhor compreensão da teoria e da práxis do cinema, formando cidadãos mais conscientes e melhor preparados para decodificar e interpretar os conteúdos audiovisuais.

Projeto LAMPADA MÁGICA INFANTIL, por CIDA HEROK da Cida Cultural

Realizado durante 11 anos, levou diversos espetáculos infantis gaúchos de artes cênicas para as cidades do interior do RS, buscando dar acessibilidade às produções artísticas regionais e oferecendo oficinas abertas ao público.

Projeto ORQUESTRA JOVEM DO RS, por TELMO JACONI

Tem por finalidade a educação  musical tendo como foco o desenvolvimento integral da personalidade, a inclusão social dos indivíduos, o fortalecimento da participação cooperativa e a construção de práticas profissionais oportunizados pelos concertos musicais.

Confraternização e apresentação da performance musical “Cultura e Memória” da arte-educadora MARIA BEATRIZ NOLL

Licenciada em Educação Artística com ênfase em Música pelo Instituto de Artes/UFRGS. Especialista em Arte Educação, Voz terapia, Folclore e Canto. Atualmente trabalha com técnica vocal e canto individual e em grupos. Ministra vivências de Voz, Canto e Sensibilização Musical com grandes grupos.

Please reload

Acesse o vídeo da palestra:  Parte 1   Parte 2   Parte 3
Equipe

Curadoria, produção executiva e direção geral: Andreia Vigo

Coordenação de produção e divulgação: Ana Luiza Costa

Projeto expográfico e produção exposição: Germana Konrath

Projeto pedagógico: Juliana Corullon e Ane Meyer

Produtores locais: Rui Carneiro, Luiz Klever e Gisele Moro

Contador: Henri Wolf Bejzman

Assessoria de imprensa: Lu Thomé

Comunicação e redes sociais: Marcela Brandes

Fotografia: Marcela Brandes, Luiza Castro, Maísa Marson, Luiz Klever, Tatiana Nequete, Raul Gonzales Netto, Juan Quintáns

Registro audiovisual: Andreia Vigo, Cristiano Machado e Joana Bernardes

Projeto gráfico e ilustrações: Rafael Corrêa

Vinheta audiovisual: José Maia

Trilha sonora: Fonfon Music

Preparação arquivos para exibição: Heinoê Ferreira

Desenvolvimento do site: Abajur Propaganda e Inovação

Painéis exposição: Ventura Industrial Cenográfica

Transporte: SolferLise

Realização: Bureau de cinema e artes visuais

Apoio Cultural

Secretaria Municipal de Educação de Pelotas

Secretaria Municipal de Cultura de Pelotas

Arcoplex

Hotel Manta

Restaurante ECO

Fundação Casa das Artes

Hotel Vinocap

Restaurante Dom Pepe

Prefeitura de Campo Bom

Fon Fon Music

6º Festival de Cinema da Fronteira

Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo

Grupo CEEE

Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Finaciamento

Movida Cultural, Pro-Cultura RS, Governo do Estado do RS

Este projeto foi realizado com recursos do Fundo de Apoio a Cultura (Pró-Cultura RS FAC), Lei n° 13.490/10.

Agradecimentos:

Pelotas

Secretaria de Educação de Pelotas, Secretaria de Cultura de Pelotas, Giorgio Ronna, Maria Fernanda Zanatta Carneiro, Lúcio Xavier, Rosi, João, André Macedo, Carla Schneider, Arcoplex Cine Art, Mario Filho, Alexandra Brancatti, ECO Restaurante Ecológico, Lili, Simone Godinho, Hotel Manta, Jennifer Mena, Rádio Cultura, Jorge Silva.

Bento Gonçalves

Secretaria de Cultura de Bento Gonçalves, Fundação Casa das Artes, Jovino Nolasco de Souza, José Mario Estefenon, Denise Caron, Geverson da Silva, Cristiano Vargas, Hotel VINOCAP, Mariana, Restaurante Dom Pepe, Marta, Rádio Cultural Difusora, Diana Graziela da Silva.

Campo Bom

Secretaria de Educação e Cultura de Campo Bom, Grazielly Schu, Alex Lassakoski, Escola de Arte-Educação, Sandra Rejane Baccon, Complexo Cultural do CEI, Juraci Reichert, Sr. Mauro, Rádio Cinderela, Kall de França.

Bagé

Zeca Brito, Cid Nader, Gabriela Silva, Raul Gonzales Netto.

Porto Alegre

Secretaria de Estado da Cultura do RS, Pró-Cultura RS FAC, Luiz Antônio de Assis Brasil, Denise Viana Perreira, Rafael Cramer Balle, Caroline Montagnier Eskenazi, Ana Cristina Gonzales Alves, Ricardo Vieira Fernandes, Ana Helena Grochau da Fe, Niruana Satie, Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo, Larissa Limeira, Verônica Fernandes Mattos, Francisco Pimentel, Lina Ester Barbosa Ribeiro Salini.

Agradecimentos Especiais: Lílian Solá Santiago, Juarez Compertino, Pablo Perez, Bruno Polidoro, Arthur Serpa Souza.