3º CINE CARAMELO

Instituto Ling + Sala Redenção + Itinerâncias

O Cine Caramelo é um festival para crianças, adolescentes e adultos, que busca proporcionar momentos de fruição artístico-cultural de qualidade e reflexão sobre temas da infância e da juventude. 

 

Nesta terceira edição, que acontecerá de 07 de outubro a 08 de novembro de 2016, teremos uma intensa programação gratuita para crianças e adultos. Nas sessões infantis, diversão, fantasia e aventura abrem espaço para questões como diversidade cultural, cuidados com o meio ambiente, valorização da amizade, afeto e amor a família.

 

A programação para adultos, traz filmes de ficção e documentários que lançam olhares sobre a importância da primeira infância na formação de cada pessoa, os desafios da passagem da adolescência para a vida adulta, o drama da alienação parental, e uma série de filmes sobre a cultura da infância, o brincar e o espírito lúdico.

Durante o mês de outubro, teremos sessões de pré-estreia no Instituto Ling, e uma Feira de Troca de Brinquedos junto a Feira dos Agricultores Ecologistas - FAE, em Porto Alegre. Contaremos com importantes itinerâncias que serão realizadas no Complexo Cultural do CEI, em Campo Bom, com exibições de filmes e oficinas para crianças. Visitaremos duas escolas indígenas da etnia Mbyá Guarani, localizadas em Viamão, e a Comunidade Quilombola Morada da Paz, de Montenegro, levando uma programação especial de filmes e vivências que visam a troca de conhecimentos e saberes. De 1 a 8 de novembro, chegamos a Sala Redenção, em Porto Alegre, para encerrar esta edição do Cine Caramelo com exibições de filmes, sessões comentadas e um Encontro Brincante para adultos.

O Cine Caramelo  acontece desde 2013, em Porto Alegre e região metropolitana. Em 2014, contou com uma grande itinerância realizada no interior do Rio Grande do Sul. Um pouco da nossa história está neste vídeo.

O Cine Caramelo tem curadoria e direção geral de Andreia Vigo, realização da Bureau de Cinema e Artes Visuais. Nesta terceira edição, contamos com a parceria da Fecomércio-RS/SESC; Apoio do Departamento de Difusão Cultural (UFRGS), Sala Redenção - Cinema Universitário, Instituto Ling, Programa de Extensão Universitária "Quem quer brincar?" (UFRGS/FACED), Feira dos Agricultores Ecologistas - FAE, Pulo do Gato Espaço de Brincar; Financiamento do Fundo de Apoio à Cultura (PRÓ-CULTURA RS FAC), Lei nº 13.490/10.

Assista o Registro Audiovisual do 3º CINE CARAMELO

Itinerâncias

Viamão

20/10 - Escola Estadual Indígena Karai Nhe E Katu

21/10 - Escola Estadual Indígena Nhamandu Nhemopu'ã

Campo Bom

​26 a 28/10 - Complexo Cultural do CEI

Montenegro

29/10 - Comunidade Quilombola Morada da Paz

​Porto Alegre

7 e 8/10 - Instituto Ling

22/10 - Feira de Troca de Brinquedos

Feira dos Agricultores Ecologistas - FAE

1, 3, 4, 7 e 8/11 - Sala Redenção - UFRGS

Mostra de filmes

Curtas

BALÉ DE PÉ NO CHÃO

de Lilian Solá Santiago e Marianna Monteiro, doc., SP, 2005, 17 min

​O documentário acompanha a singular trajetória da bailarina Mercedes Baptista, considerada a principal precursora da dança afro-brasileira.

DAS CRIANÇAS IKPENG PARA O MUNDO

de Kumaré Ikpeng, Karané Ikpeng, Natuyu Yuwipo Txicão, doc., MT, 2001, 35 min

Quatro crianças Ikpeng apresentam sua aldeia. Com graça e leveza, elas mostram suas famílias, suas brincadeiras, suas festas, seu modo de vida.

DISQUE QUILOMBOLA

de David Reeks, doc., SP, 2012, 13 min

Crianças do Espírito Santo conversam de um jeito divertido sobre como é a vida em uma comunidade quilombola e em um morro na cidade de Vitória. Por meio de uma genuína brincadeira infantil, revela-se o quanto a infância tem mais semelhanças do que diferenças.

MOSTRA CURTA SACI

JURO QUE VI - SACI, de Humberto Avelar, animação, RJ, 2004, 13 min. Saci ensina um velho fazendeiro que nunca é tarde para recomeçar.

 

JURO QUE VI - CURUPIRA, de Humberto Avelar, animação, RJ, 2003, 12 min. Um caçador e seu ajudante se perdem na mata e devem enfrentar o Curupira.

 

JURO QUE VI - MATINTA, de Humberto Avelar, animação, RJ, 2004, 14 min. Uma menina inocente faz amizade com a bruxa Matinta Perera, mostrando que o afeto é a melhor arma contra o medo.

 

AS ICAMIABAS, de Otoniel Oliveira, animação, PA, 2013, 3 min. Lendárias guerreiras amazonas, as Icamiabas, utilizam todo o seu poder para conter monstros folclóricos soltos pela cidade.

 

SOMOS TODOS SACI, de Renato Leôncio, animação, SP, 2013, 2 min. Saci tenta entrar no Olimpo dos deuses e monstros antigos, mas o guardião não permite.

+

Após a sessão, contação de histórias com Andriolli Costa

MULHERES BORDADAS - FIOS DO PASSADO

de Lilian Solá Santiago, doc., SP, 2015, 8 min

Aborda aspectos da história e da subjetividade das mulheres negras na cidade paulista de Salto.

NO TEMPO DO VERÃO

de Wewito Piyãko, doc., AC, 2012, 22 min

É fim de semana e as crianças Ashaninka deixam a escola e partem, rio acima, para acampar com os pais e aprender a vida na mata.

O MUNDO DE ULIM E OILUT

de Carú Alves de Souza, ficção, SP, 2011, 13 min

​Milu tem 6 anos e está de férias. Isso não significa diversão, pois ela tem que ficar sozinha em casa enquanto sua mãe trabalha. Túlio, um menino misterioso, a convida para brincar. Aos poucos, suas brincadeiras e fantasias tomam conta da realidade que os cerca.

+

Após a sessão, Encontro Brincante para adultos com Adelsin

SOU

de Andreia Vigo, doc., RS, 2010, 26 min

Registro histórico-poético sobre a identidade afro-gaúcha, tendo como base a vida e a obra do poeta Oliveira Silveira (1941-2009), um dos idealizadores do Dia Nacional da Consciência Negra.

+

Após a sessão, roda de conversa com Andreia Vigo

Please reload

Longas

A ALMA DA GENTE

de Helena Solberg e David Meyer, doc., RJ, 2013, 82 min

​​Um grupo de jovens da Zona Norte do Rio de Janeiro ensaia o último espetáculo do Corpo de Dança da Maré, coordenado pelo coreógrafo Ivaldo Bertazzo. Filmado em dois tempos, com um intervalo de 10 anos, o filme mostra os diferentes destinos dos personagens.

A MORTE INVENTADA - ALIENAÇÃO PARENTAL

de Alan Minas, doc., RJ, 2009, 80 min

O filme revela o drama de pais e filhos que tiveram seus elos rompidos por uma separação conjugal mal conduzida. Profissionais de direito, psicologia e serviço social discorrem sobre as causas, condições e soluções da questão.

AS AVENTURAS DO PEQUENO COLOMBO

de Rodrigo Gava, animação, RJ, 2015, 80 min

Para tentar salvar sua família da falência, o jovem Cristóvão Colombo e seus amigos Leo da Vinci e Monalisa vão atrás da lendária ilha de Hi Brazil, que esconde tesouros cobiçados por todos os piratas.

BRINCANTE - O FILME

de Walter Carvalho, ficção/doc, SP, 2014, 93 min

​Uma viagem musical na obra de Antonio Nóbrega. O filme registra diversas expressões culturais mostrando como esse artista faz parte do imaginário cultural brasileiro.

CONTOS DA NOITE

de Michel Ocelot, animação, França, 2011, 84 min

Todas as noites, uma garota, um garoto e um velho técnico se encontram em um pequeno cinema, que aparenta estar abandonado. Lá dentro, os três criam histórias, escrevem, desenham, vestem fantasias... Eles criam diversas histórias mágicas passadas em uma noite onde tudo é possível. Michel Ocelot, criador da série de filmes com o personagem Kiriku, é considerado um dos mais criativos diretores de animação da atualidade.

JONAS E O CIRCO SEM LONA

de Paula Gomes e Ernesto Molinero, doc, BA, 2016, 82 min

​Jonas tem 13 anos e o sonho de manter vivo o circo que ele mesmo criou no quintal de sua casa. Enquanto luta por isso, Jonas enfrenta o grande desafio de crescer. Melhor documentário eleito pelo público no Festival de Toulouse 2016.

O COMEÇO DA VIDA

de Estela Renner, doc., SP, 2016, 97 min

​O desenvolvimento de todos os seres humanos encontra-se na combinação da genética com a qualidade das relações que desenvolvemos e do ambiente em que estamos inseridos. O Começo da Vida convida todo mundo a refletir como parte da sociedade: estamos cuidando bem dos primeiros anos de vida, que definem tanto o presente quanto o futuro da humanidade?

O MUNDO DOS PEQUENINOS

de Hiromasa Yonebayashi, animação, Japão, 2010, 94 min

Arietti e sua família vivem num minúsculo mundo, debaixo do assoalho de uma casa. Eles nunca devem ser percebidos pelos humanos grandes, mas quando o menino Sho, vem para ficar na casa, uma amizade secreta floresce, apesar da diferença de tamanhos. Esta é mais uma obra de excelência produzida pelo lendário Studio Ghibli, tendo a assinatura do mestre Hayao Miyazaki como roteirista.

PICONZÉ

de Ypê Nakashima, animação, SP, 1972, 80 min

Primeiro longa-metragem colorido de animação do Brasil. A história se passa em uma vila típica do nordeste brasileiro, onde Piconzé tenta salvar sua namorada Maria das terríveis garras do bandido Gustavo Bigodão, no caminho, se deparam com um dragão, uma bruxa e um Saci.

PONTO ZERO

de José Pedro Goulart, ficção, RS, 2014, 94 min

​Ao tentar escapar de uma claustrofóbica cena familiar, Ênio, 14 anos, desafia uma noite tempestuosa que o levará a um choque brutal com o destino.

+

Sessão comentada com o diretor José Pedro Goulart e o ator Sandro Aliprandini

 

TARJA BRANCA - A REVOLUÇÃO QUE FALTAVA

de Cacau Rhoden, doc., SP, 2014, 80 min

​A partir dos depoimentos de adultos de gerações, origens e profissões diferentes, o documentário discorre sobre a pluralidade do ato de brincar, e como o homem pode se relacionar com a criança que mora dentro dele. Participação de Domingos Montagner, Antônio Nóbrega, José Simão.

TERRITÓRIO DO BRINCAR

de David Reeks e Renata Meirelles, doc., SP, 2015, 90 min

​O filme percorre o Brasil por comunidades rurais, indígenas, quilombolas, grandes metrópoles, sertão e litoral, revelando o país através dos olhos das crianças. Um filme sobre as nuances da infância brasileira, com a missão de ouvir o Brasil a partir da voz das crianças.

+

Sessão comentada com Tânia Ramos Fortuna

Please reload

Outras atividades

VIVÊNCIAS ÓPTICAS COM LEONIL JUNIOR

20 e 21/10 - Escolas Indígenas

Atividade realizada após as sessões dos curtas Das crianças Ikpeng para o mundo e No tempo do verão.

​Confecção coletiva de um aparelho óptico, através do qual pode-se compor uma imagem com base em técnicas artesanais de fotografia (Câmera Escura). 

Leonil Junior - Fotógrafo, com enfoque na Fotografia Documental, registra a Cultura Popular Brasileira. Entre seus ensaios, se destacam registros de manifestações afro-brasileiras e da Cultura Tradicional. Participou como fotógrafo e assistente do projeto Eyes of Street / Olhares da Rua - Edição Brasil 2016, realizada com crianças e jovens de Recife-PE. Graduado em Fotografia pela Faculdade de Comunicação Artes e Design-FCAD, de Salto-SP.

FEIRA DE TROCA DE BRINQUEDOS

22/10 - Feira dos Agricultores Ecologistas - FAE 

Esta atividade propõe que as crianças troquem brinquedos entre si, visando gerar um espaço de diversão e convivência, ao mesmo tempo que propõe uma reflexão sobre a forma como consumimos, afim de contribuir para a formação de valores menos materialistas. Estaremos ainda recolhendo brinquedos para doação à Escola Municipal de Educação Infantil da Vila Santa Rosa.

Atividade integrante da Semana Lixo Zero de Porto Alegre, realizada numa parceria do Cine Caramelo com o Pulo do Gato Espaço de Brincar e a Feira de Agricultores Ecologistas - FAE.

OFICINA CONTANDO HISTÓRIAS COM ANE MEYER

26/10 - Complexo Cultural do CEI - Campo Bom

Nesta oficina, vamos falar sobre as peculiaridades e as diferentes técnicas de contar uma história: o teatro, a mímica, o cinema, o texto em prosa, o poema narrativo, o texto ilustrado, a história em quadrinhos e o texto visual. Observando que, através da escrita, é possível criar histórias em qualquer cenário e em qualquer época, com diversos tipos de personagens com as mais variadas ações e tipos de narrador.

Turma 1: Manhã - das 8h30 às 11h30
Turma 2: Tarde - das 14h às 17h

Ane Meyer - é Mestre em Teoria da Literatura (Literatura Infantojuvenil), professora da Rede Municipal de Porto Alegre, pesquisadora e oficineira nas áreas de mediação de leitura e formação de leitores.

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS COM ANDRIOLLI COSTA

27/10 - Complexo Cultural do CEI e 7/11 - Sala Redenção - UFRGS

Atividade realizada após as sessões da Mostra Curta Saci.

​Andriolli Costa - é jornalista e “saciólogo” natural de Mato Grosso do Sul. Pesquisador de cultura popular e narrador por formação, é diretor e roteirista dos curtas-metragens Enterros (2015) e O Colecionador de Sacis (2016) e organizador da Mostra Curta Saci. Atualmente tem se voltado para a contação de histórias, sempre com causos envolvendo mitos brasileiros.

ENCONTRO BRINCANTE PARA ADULTOS COM ADELSIN

1/10 - Sala Redenção - UFRGS

Atividade realizada após a sessão do curta O Mundo de Ulim e Oilut.

Esta atividade tem o objetivo de estimular os adultos a reencontrarem a capacidade criadora e transformadora que muitas vezes é encoberta pelas armadilhas da vida contemporânea. Através de um mergulho nas memórias da infância de cada participante, faremos trocas de histórias, brincaremos, cantaremos e construiremos brinquedos encantados com elementos da natureza ou com materiais recicláveis. Tudo muito simples como devem ser as coisas que dizem respeito às crianças. Tudo muito importante e essencial como a própria infância.

Adelson Fernandes Murta Filho - Adelsin, é brincante e integrante da Casa das 5 Pedrinhas. Com formação em artes plásticas, trabalha há mais de trinta anos com a pesquisa, documentação e irradiação da cultura das crianças. É autor e ilustrador dos livros Barangandão Arco Íris; Guisadinho; Coleção Cuidar Bem e Barangandão Natureza, Barangandão Barulhinho e Histórias da Menina da Rua da Ponte.

SESSÃO COMENTADA COM TÂNIA RAMOS FORTUNA

1/11 - Sala Redenção - UFRGS

Atividade realizada após a sessão do documentário Território do Brincar.

Tânia Ramos Fortuna​ - Pedagoga, Especialista em Jean Piaget, Mestre em Psicologia Educacional e Doutora em Educação. Professora de Psicologia da Educação da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) em Porto Alegre. Coordenadora Geral do Programa de Extensão Universitária “Quem quer brincar?”, no qual criou e dirige a Brinquedoteca Universitária e realiza ações de formação continuada sobre jogo e educação.

SESSÃO COMENTADA COM O DIRETOR JOSÉ PEDRO GOULART E O ATOR SANDRO ALIPRANDINI

8/11 - Sala Redenção - UFRGS

Atividade realizada após a sessão do filme Ponto Zero.

José Pedro Goulart - é gestor de atividades criativas na empresa multiplataforma Mínima. Como cineasta, foi um dos protagonistas da “Primavera do Curta Brasileiro”, quando dirigiu filmes como O Dia em que Dorival Encarou a Guarda (com Jorge Furtado) O Pulso, e o episódio Sonho, do longa Felicidade É. Em 2016 lançou Ponto Zero, sua estreia em narrativas longas.

​Sandro Aliprandini - nasceu em 1998 em Passo Fundo/RS. Aos 8 anos, começa a fazer teatro em um grupo da escola. Em 2012 com a peça cômica Zás-Trás, recebe o prêmio de Melhor Ator Coadjuvante no Festival Intercolegial de Teatro, no Rio de Janeiro. Em 2013, aos 15 anos, teve sua estreia no cinema dando vida a Ênio, protagonista do longa metragem Ponto Zero. Atualmente, mora em Porto Alegre e está cursando Teatro na Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Please reload

Equipe

​Curadoria, produção executiva e direção geral: Andreia Vigo

Assistência de produção: Aline Henriqson

Desenvolvimento de material pedagógico: Ane Meyer

Contador: Henri Wolf Bejzman

Assessoria de imprensa: Adriana Martorano Comunicação

Ilustrações e projeto gráfico: Rafael Corrêa

Filmagem: Filipe Renne Rossato e João Gabriel de Queiroz

Fotografia: Cristiano Machado Silva, José Pedro Zaduchlive e Leonil Junior

Montagem Vídeo: Joana Bernardes

Convidados: Adelson Murta Filho - Adelsin, Andriolli Costa, José Pedro Goulart, Sandro Aliprandini e Tânia Ramos Fortuna

Oficineiros: Ane Meyer e Leonil Junior

Realização

BUREAU DE CINEMA E ARTES VISUAIS

 

Co-realização

FECOMÉRCIO-SESC/RS

 

Apoio

Instituto Ling

Difusão Cultural (UFRGS)

Sala Redenção - Cinema Universitário UFRGS

Programa de Extensão Universitária "Quem quer brincar?" (FACED/UFRGS)

Feira dos Agricultores Ecologistas – FAE

Pulo do Gato Espaço de Brincar

Município de Campo Bom

Vídeo Camp

Apoio Cultural

Hotel Duque Center

Financiamento

Fundo de Apoio a Cultura (Pró-cultura RS FAC)

Secretaria de Estado da Cultura

​Agradecimentos Especiais: Alan Minas, Ana Adams, Anderson Muller, Cid Nader, Ciranda de Filmes, Daniela Caldas, Daniela Vitorino, Eliana Nakashima, Grazielly Schu, Itsuo Nakashima, José Pedro Goulart, Juarez Compertino, Liana Utinguassú, Lilian Solá Santiago, Marão, Marco Altberg, Monja Isshin, Paula Gomes, Sérgio - Lyon Press, Sandro Aliprandini, Tânia Cardoso, Tânia Ramos Fortuna, Vincent Carelli.